Thursday, August 23, 2007

SpaceTime Continuum...

Boas...

Eis que noutro dia nos meandros das estradas locais do nosso país, dou de caras com uma situação decerto familiar aos que como eu andam na casa dos 30 e se lebram dos famosos filmes do Michael J Fox - Regresso ao Futuro...

Havia sempre uma frase, na altura enigmática, do cientista maluco (do qual não me lembro do nome) em que o heroi do filme (aquele adulto com cara de miúdo)nunca poderia encontrar-se com o ele do futuro, ou do passado, sob a pena de quebrar a continuidade do espaço/tempo...

Vendo isto de uma forma mais científica, o SpaceTime Continuum é simples de perceber...o espaço são três dimensões que nós conhecemos empiricamente...Linha,Altura e Profundidade servem para definir as nossas 3 dimensões...é claro que pessoas gordas (fortes digamos de forma politicamente correcta) que abusam um pouco mais da profundidade, já avançam para a 3ª dimensão e meia.

A quarta dimensão é o tempo...se juntarmos as 4 dimensões atingimos o spaceTime Continuum que é fácil de perceber...se eu quero ir do Porto a Chaves (que era o que eu estava a fazer) tenho que atravessar cerca de 150kms de A7 e A24 (vamos considerar isto o meu Universo) o que vai demorar aproximadamente 1h30m...

Logo tendo em conta o espaço que tenho que atravessar, assim como a luz demora 8min do sol à terra, o meu Jipe de serviço demora 1h30m do Porto a Chaves (mais ou menos tempo consoante as bestas da estrada, a Luz tem mais sorte, que não lhe aparece nenhum fotão ali quem vira à dta na Lua a barrar-lhe o caminho, nem tem que se desviar daquelas obras em Venus que nunca mais acabam. Desde que puseram os radares ali no Tunel de Mercúrio é que tem que se controlar para não ultrapassar os 1,079,252,848.8 km/h.)

Voltando à vaca fria...se do Porto a Chaves demoro 1h30m, é de se esperar que do Porto a França (sim aquela que fica ali depois de Espanha) deve demorar um bocadinho mais...bá... a dar-lhe bem no acelarador e sem poupar gasoleo umas 11h30 mais minuto menos minuto. E percebe-se porque o espaço a atravessar é maior e o tempo não acelera nem diminui...

No entanto, noutro dia, posso precisar até...foi no dia 13 de Agosto que ali para aqueles lados interiores, depois ou ao lado da serra do Alvão, (não sei muito bem, só a distingo pelas ventoinhas) passou-se algo que pôs de certeza os pelinhos todos do cadáver do Einstein em pé e arrumou com as teorias todas da Relatividade e outras tantas quânticas...

Por momentos na A7, ali no km 78,3 como quem olha para a casa Amarela lá em baixo...ali mesmo na subida...houve uma ruptura no tecido espaço temporal e eu e o meu Jipe por mais de 3 minutos estivemos em França...para sem saber como voltar a Portugal logo a seguir...

À frente, ao Lado e Atrás do meu carro circulavam 5 carros de matrícula francesa, eu era o único sem matrícula amarela a circular naquele troço de estrada. Conclusão??? CHEGUEI A FRANÇA!!!

Espero que o seguro do Jipe tenha validade...de qualquer forma já estou de volta à nossa terra e espero em breve escrever mais umas ou outras histórias...

Saudações

DiNiS - 5456
"Life begins at 300!!! - Kawasaki ZX12R"
"Waroo doing up there?!?!? - BestWaroo12"
"11050 Kms atrás das antenas!!!"
"MOHAA & COD2 - I was born ready..."

2 comments:

Anonymous said...

Man, acho que de tanto mexeres em antenas e apanhares com radiações na tola...FRITASTE de vez os MIOLOS!!! AJjAjajjajjaJ

Que tal o kite este ano?

Grande abraço, em directo de Buca,

Suc (Sucena).

DiNiS said...

Grande...

Qd estiveres por cá, avisa, preciso de companhia para o kite...tou farto de andar a passear o waroo...lololol

Grande abraço.