Tuesday, May 27, 2008

O Amor é Lindo...

Com os meus novos vícios tenho-me isolado um bocado no sofá lá de casa a lutar com os outros maluquinhos como eu na PlayStation NetWork. Mas como até um tolinho do sofá tem de se alimentar, noutro dia decidi ir ao Jumbo fazer compras...

Foi uma experiência surreal...e constatei que de facto o amor é lindo. Os casais que circulavam empurrando o seu carrinho de compras multiplicavam-se como coelhos a cada curva dos congelados para a fila do leite e dos ovos ou da padaria para a charcutaria.

O diálogo silencioso entre estes seres apaixonandos é arrebatador. Mesmo ali na fila de prateleiras dedicadas aos animais, uma doce "Donzela" (ler em ton carregado de sarcasmo, pois era mesmo uma menina com uns kilitos a mais e uma calça de cintura rebaixada com uns números a menos e que a cada movimento me presenteava com um vislumbre lindo do seu "reguito" rechado com um fio dental dos chineses...nunca pensei que a cor vermelha chocasse tanto com o azul coçado da ganga) perguntava ao seu cavaleiro andante (deduzo que era cavaleiro porque usava um chapeu «demasiado pequeno para uma cabeça rapada e um brinco "à ronaldo" que lhe estava a provocar uma lordose nas costas tal era o peso numa das orelhas...Julgo mesmo que era cavaleiro porque há distância via-se o cheiro e a poeira de quem fez muitos kms nas costas de um equideo) "Hó muore...não achas que a FiFizinha vai adorar esta almofadinha?" recebendo como resposta um simples grunhido de aceitação com um revirar de olhos vazios... O AMOR É LINDO...

Mesmo ali ao lado na zona das frutas, dos legumes e dos fiambres e queijos, é comum ver a Sra Dona Meia Idade a apertar as frutas com um ar de saudade (sim, de quem já não vê "fruta" há algum tempo e com um relance triste no olhar de aceitação pensando "Isto vai ser o resto da minha vida..." enquanto o marido segura no carrinho das compras a uma distância segura para poder apreciar o decote da miúda que faz o part-time a pesar os limões, certo que a mulher não o vê. Este transparece juntamente com um ar meio babado(pelos seios da miúda da balança) a felicidade da ignorância da mediocridade que o rodeia. A pensar no jogo de futebol que vai ver mais logo no café e nas cervejas que vai mamar com os amigos longe da chata da mulher... O AMOR É LINDO...

Logo ali a seguir, mesmo ao lado dos ovos e do Leite, a familia matriarca desloca-se em bando...Avó, Mãe, Filha (grávida) e um miudo terrorita, que não se percebe se é filho da mãe ou filho da filha...mas que vai tendo comportamentos que envergonharia o mais terrivel dos extremistas islâmicos.
Entre chapadas e berros de "anda cá c@r@lh0" ou "hó filho da P%t@" (e aqui surge novamente a dúvida, se é a mãe ou a filha, porque se fôr a mãe o insulto é duplo lololol) lá se vai deslocando o bando do leite prós ovos e dos ovos pró açucar logo seguido das vassouras das empregadas da limpeza do Jumbo...O AMOR É LINDO...

Pelo sim pelo não, perante tanta fauna, decidi evitar a fila dos produtos de higiene...devia ser demais para sobreviver a semelhante cruzada...

Saudações sarcásticas e carregadinhas de veneno social...lololol

DiNiS - 8173
"Como as curvas de uma mulher! - Suzuki GSX1000R"
"Waroo doing up there?!?!? - BestWaroo12"
"Flying High on the Wings of a Kondor11.AdvanceKites"
"47666 Kms atrás das antenas!!!"

10 comments:

Anonymous said...

São situações que temos de enfrentar diariamente, quer queiramos, quer não.
E, afinal de contas, sempre temos que nos abastecer no hiper de vez em quando...

CC said...

Que delicia!! Por momentos consegui "ver" essas personagens todas que tão bem descreves!! LOL!! Que maravilha!! Sim, o AMOR É LINDO!!! Melhor que o hipermercado, talvez só o autocarro em hora de ponta... Jesus, credo, que horror!!! LOL!

joanapadilha said...

...pois é caro amigo, concordo!
Também eu ando impressionadissima com esses gestos amorosos principalmente ao domingo quando vou tentar fazer um bocadito de exercicio aos gluteos na minha bicicleta e passo por ai à beira mar a apreciar os casais com as suas melhores vestes em passo de quem passeia de nmão dada, cabeça no ombro do muore, e de lambidela intercalada com o sorbete que escorre pela mão abaixo... penso que estou a ficar insensivel...

Rolino said...

Sem tirar nem por.... grande post.
Não transmitiria melhor essa fauna hipermercadeira.

Rolino said...

Outra coisa, ainda não acrescentaste o meu blog no link dos "Meus Amoigos"!!
Ficam as conclusões ;)

Catarina said...

Não sei o que será "melhor": uma ida ao hiper, um passeio à beira mar na foz ao domingo de tarde ou uma ida ao shopping num fim-de-semana chuvoso! Certamente todos os cenários estão repletos da mais fina "fauna"!

Grande Post!;)

Bjs

Susie Mary said...

Sugestão: compras online! Vêm devidamente separadas por tipo de produto e profissionalmente acondicionados. Evitam todo o processo de tira e põe - prateleira, carro de compras, caixa,sacos, carro de compras, mala do carro e armários - e permitem o 'não fazer realmente nada'. Aumenta o tempo disponível para 'o amor'.

Miguel Agostinho said...

Meu caro, que descrição FANTÁSTICA!!!!
Vi claramente todas as imagens...
o AMOR É LINDO!
Abraço

Porto Tónico said...

Muito, mas muito bom...

Canjola said...

Tu surpreendes-me!!!!!!
Acho que nunca mais vou com meu muore ao hipermercado...
...já agora, lê este post "Até no supermercado há lugar a ataque!!!" no blog http://devaneiosdatia.blogs.sapo.pt/
Senão vos conhecesse aos 2 diria que eram feitos um para o outro lol